Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cidadeagar

UMA NO CRAVO OUTRA NA FERRADURA

cidadeagar

UMA NO CRAVO OUTRA NA FERRADURA

TGV

19.10.07, José Rocha
Construção do troço Montemor-o-Novo/Évora arranca em 2009

As obras do troço Montemor-o-Novo/Évora, da linha de alta velocidade Lisboa-Madrid, terão início em 2009, representando um investimento entre 8,4 e 8,7 milhões de euros por quilómetro, segundo o resumo não técnico. De acordo com o documento, que estará em consulta pública até 12 de Dezembro, o troço Montemor-o-Novo/Évora, da linha Lisboa-Madrid, atravessa os concelhos de Montemor-o-Novo (freguesias de Nossa Senhora do Bispo e Nossa Senhora da Vila), Évora (freguesias de Nossa Senhora da Graça do Divor, Bacelo, Canaviais e Senhora da Saúde) e Arraiolos.
Para o estabelecimento deste troço foram desenvolvidas três soluções alternativas, com uma extensão aproximada de 34 quilómetros, que contemplam a localização de uma estação na zona de influência de Évora, a nordeste da cidade, junto ao nó com a auto-estrada A6.
A localização da estação de alta velocidade de Évora "é igual para todas as soluções", podendo os acessos ser efectuados "a partir de uma nova via (com cerca de 600 metros de extensão), que estabelecerá a ligação entre a rede viária existente (Estrada Nacional 18) e a estação através da interface que lhe está associada, na qual serão previstas áreas de paragem para transportes públicos (autocarros e táxis) e áreas de estacionamento para transporte individual".
De acordo com o resumo não técnico, a localização apontada para a estação garante "acessibilidades rodoviárias privilegiadas e com qualidade à Estrada Nacional 18, à A6 e ao futuro Itinerário Principal 2", bem como "a exequibilidade da futura ligação de alta velocidade a Faro, e a possibilidade de conjugação com a linha de mercadorias Sines-Caia, permitindo a instalação de uma terceira via ferroviária paralela de Évora a Caia".
A "solução 1" apresenta um desenvolvimento mais a Norte, contornando a povoação de Nossa Senhora da Graça do Divor e seguindo até ao quilómetro 28 da A6.
A partir deste ponto e até ao final do traçado desenvolve-se a sul da auto-estrada, até ao local onde será construída a estação de Évora.
A "solução 2", que até ao quilómetro 5 é coincidente com a "solução 1", desenvolve-se mais para sul, atravessando o limite norte da Albufeira dos Minutos.
Já a "solução 3" coincide com a "solução 1" até ao quilómetro 3, criando depois um desenvolvimento mais a sul.
A duração dos trabalhos de construção está estimada em quatro anos, iniciando-se os trabalhos em 2009, "de modo a que a entrada em exploração possa ocorrer em 2013 como previsto".

 Fonte DianaFM
Editado por José Luís Rocha

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.