UMA NO CRAVO OUTRA NA FERRADURA
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008
MEMÓRIAS

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN-BIBLIOTECA ITINERANTE

 

Hoje depois de mais uma voltinha pela net, encontrei esta preciosidade que me fez recordar os tempos, em que uma vez por mês aguardava a sua chegada no largo da igreja em Aguiar, não tenho a certeza mas parece-me que era à quarta-feira á tarde.

Bons Tempos.

José Luís Rocha

 



publicado por José Rocha às 15:11
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Anónimo a 12 de Novembro de 2008 às 23:29
Nessa época, se a memória não me atraiçoa, era a biblioteca itinerante de Cuba responsável pela distribuição dos livros.
Em Viana a biblioteca itinerante estacionava em frente ao Café Central, na Praça da República e, tal como se vê na fotografia do Post , as pessoas esperavam ordeiramente, mas em “festa”, pela sua vez.
Uma das regras de funcionamento não permitia que estivessem, em simultâneo, mais do que duas ou três pessoas no interior da biblioteca.
Calouste Sarkis Gulbenkian levou a leitura aos locais mais recônditos do nosso País, onde era consumida pelos felizardos alfabetizados de todas as idades, maioritariamente sem meios económicos para aceder aos livros facultados pela biblioteca.
Foi graças à “rede” de leitura pública proporcionada pelas bibliotecas itinerantes e fixas da Fundação Gulbenkian que muitos de nós aprimorámos a nossa imaginação, o gosto pela leitura, descobrimos novas mentalidades e novos mundos.

José Luís Potes Pacheco


De polvorosa a 13 de Novembro de 2008 às 18:57
Excelentes memórias.
Também eu ainda sou do tempo desta itinerância. Estou muito grato à F.C.G.
Muita foi a banda desenhada (Corto Maltese; Asterix e Lucky Luke) e os livros de contos que pedi emprestado aquele serviço.
Acho que a F.C.G. faz mais pela cultura em Portugal do que o próprio Ministério.
E pensar que quase tudo nasceu a partir da cabeça de um homem, ainda por cima estrangeiro que em boa hora se deixou encantar por este nosso país.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Calouste_Gulbenkian


De anonimo a 16 de Novembro de 2008 às 10:32
o tempo, volta pra tras;
tras-me tudo o que eu perdi;...


De Anónimo a 16 de Novembro de 2008 às 22:31
O tempo não volta para trás, mas é imprescindível pensar o passado, para compreender o presente e preparar o futuro.

…“Tratar do passado, de nossos ancestrais, dos que nos antecederam, das raízes que nos dão sustentação no presente é mais que um desafio. É um convite ao reconhecimento de quem somos, como aqui chegamos, do que recebemos e, sobretudo, dar-se conta do que fizemos e estamos realizando para seguir a viagem no tempo. Se a perspectiva é legar ao futuro uma herança sólida, sem risco de perda, o passaporte desta viagem necessariamente é portador de registos que a memória não deve e nem pode apagar. Afinal eles nos identificam, são pistas e sinais identitários da nossa condição de ser: sujeitos do tempo nos diferentes espaços, ainda que distantes, mas muito perto pela origem comum, pelo elo que não ficou e nem está perdido. Mais que vivas, as lembranças dos fazeres e dos dizeres daqueles que vieram antes de nós, devem ser conservadas, ou seja, preservadas não para diletantismo, mas como bens que expressam a condição humana das comunidades actuais, quer onde elas estejam situadas.” ….(1)

(1) Testo retirado de http://www.azores.gov.pt/NR/rdonlyres/FAC1F884-75D4-4BEF-849B-B27E39DCF358/157011/AndarILHAgem_2932.pdf

José Luís Potes Pacheco


Comentar post

Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
Visitantes

hit counter
Diamond Rings

posts recentes

O Fabrico de Chocalhos já...

Aguiar tem restaurante no...

COMEMORAÇÕES DE SÃO MARTI...

ALMOÇO DOS GANHÕES - 2015

RECANTOS - VIANA DO ALENT...

COSTA DA SILVA - CABEÇA D...

7ª MARATONA BTT AGUIAR - ...

RECANTOS DE ÉVORA

AMIGOS DO ALHEIO

Ilumina-me

Experiencias

ANTONIO ZAMBUJO AO VIVO...

Experiencias

Ofício dos chocalhos cand...

Experiencias

arquivos

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

links
participar

participe neste blog

subscrever feeds