UMA NO CRAVO OUTRA NA FERRADURA
Quarta-feira, 4 de Junho de 2008
OS MEUS AMIGOS ANÓNIMOS

 

Nos últimos dias, principalmente depois de ter publicado o Post FESTA DA PRIMAVERA que tenho recebido inúmeros comentários na grande maioria anónimos.

Alguns tiveram o direito de ver a luz do dia outros e com muita pena minha não, pela simples razão que não  gosto de responder a gente que simplesmente não conheço.

"Quanto aos meus amigos anónimos quero dizer que existem na internet aos milhões, podem ser interessantes, geniais ou ignorantes, podem ser pessoas de bem ou verdadeiros trombeteiros do apocalipse.

Representam todas as raças, todas as preferências sexuais, todos os credos e todas as idades"

De uma coisa podem ter a certeza, não me intimidam, pois continuarei a colocar e expressar aqui neste meu espaço tudo aquilo que eu entender.

Assino tudo com o meu nome, se me quiserem encontrar Moro na Rua Pedro Soares N 10 em Aguiar.

Quanto a vocês "Amigos Anónimos" se querem respostas às vossas perguntas e afirmações saiam da escuridão.

"Pois quem é verdadeiro não precisa ser anónimo. Quem tem coragem de olhar olho no olho e tem luz própria não precisa do anonimato"

Saúde para todos

José Luís Rocha



publicado por José Rocha às 10:54
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De João Gonçalves a 4 de Junho de 2008 às 13:20
Pois é...finalmente passei por aqui e, para deixar o testemunho da minha visita, não poderia de deixar de comentar este blog...(nem sei se isto irá sair bem). Está bestial e deveras curioso. Afinal isto serve como meio de difusão e de comunicação. Parabens e continua com o bom trabalho e quanto aos teus "amigos" deixao-os viver no seu sonho diminuto e mesquinho de quem vive na penumbra do anonimato.
Grande abraço...João Gonçalves


De Catarina Caqueiroa a 5 de Junho de 2008 às 10:02
Caro Zé Luis Rocha

Tenho acompanhado o seu blog ae acho que o senhor deve ser uma pessoa às direitas, coloca o dedo nas feridas e isso incomoda... queria dizer-lhe que sendo uma pessoa do património admiro a sua vontade de promover o nosso e mostrar que não está assim tão bem tratado como merecia. Já agora fique com a informação e informe os seus leitores que o Sr. Francisco Baião que tanto fala hoje de patrimonio assistiu á dinamitação da anta da Senhora daires quando o ps era camara e ele era o animador cultural e nada fez para impedir aquele crime e atentado contra o patrimonio. Hoje no local da anta monta-se a praça de touros quando se realiza a nossa feira. Sou completamente apartidario mas as verdades são estas e muita gente em viana pode confirmar.
Bom trabalho e continue a fazer tudo pelo nosso patrimonio.


De José Luís Potes Pacheco a 21 de Junho de 2008 às 22:57
Sr. José Luís Rocha, com alguma frequência dou uma volta pelos blogues da terra e ainda não tinha lido com atenção este post e respectivos comentários.
Respeitando a sua opinião, como não poderia deixar de o referir, não posso concordar totalmente com a sua argumentação, pois como sabe, nem sempre é possível dar a cara em meios pequenos como o nosso.
Uma opinião assertiva, mesmo respeitando as elementares regras de educação, contrária aos interesses instalados, tanto colectivos como individuais, pode acarretar ao seu autor substanciais represálias, normalmente do tipo passivo, mas que nem por isso deixam de acarretar inúmeros prejuízos ao visado.
Em casos extremos como é praticável denunciar um criminoso às autoridades competentes dando a cara?
Basta estarmos atentos aos inúmeros programas de protecção a testemunhas implementados em determinados países para compreendermos que avançar de “peito aberto” em determinados momentos é puro suicídio.
Como seria possível aos resistentes combater os regimes autoritários com eficácia sem ser sob a capa do anonimato?
Sabe também como eu que as conjunturas históricas e sociais determinam o nosso comportamento.
Infere-se do seu texto que o seu blogue não serve de veículo para que algumas pessoas, a coberto do anonimato, possam lançar calúnias a outros cidadãos, “pois quem é verdadeiro não precisa ser anónimo. Quem tem coragem de olhar olho no olho e tem luz própria não precisa do anonimato”.
Só não compreendo é que assumindo essa postura, reforçando ainda quando afirma"Amigos Anónimos" se querem respostas às vossas perguntas e afirmações saiam da escuridão” e, dizendo também que no seu blog “Alguns tiveram o direito de ver a luz do dia outros e com muita pena minha não…”, tenha publicado no seu blogue o sórdido comentário do anónimo “Catarina Caqueiroa ”.
Acredito que face aos acontecimentos subsequentes e a relevância que este assunto mereceu na nossa blogosfera , o Sr., José Luís Rocha nunca teria publicado o comentário do anónimo “Catarina Caqueiroa ”

Desejo-lhe um bom trabalho.

José Luís Potes Pacheco
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Sr. José Luís Rocha, com alguma frequência dou uma volta pelos blogues da terra e ainda não tinha lido com atenção este post e respectivos comentários. <BR>Respeitando a sua opinião, como não poderia deixar de o referir, não posso concordar totalmente com a sua argumentação, pois como sabe, nem sempre é possível dar a cara em meios pequenos como o nosso. <BR>Uma opinião assertiva, mesmo respeitando as elementares regras de educação, contrária aos interesses instalados, tanto colectivos como individuais, pode acarretar ao seu autor substanciais represálias, normalmente do tipo passivo, mas que nem por isso deixam de acarretar inúmeros prejuízos ao visado. <BR>Em casos extremos como é praticável denunciar um criminoso às autoridades competentes dando a cara? <BR>Basta estarmos atentos aos inúmeros programas de protecção a testemunhas implementados em determinados países para compreendermos que avançar de “peito aberto” em determinados momentos é puro suicídio. <BR>Como seria possível aos resistentes combater os regimes autoritários com eficácia sem ser sob a capa do anonimato? <BR>Sabe também como eu que as conjunturas históricas e sociais determinam o nosso comportamento. <BR>Infere-se do seu texto que o seu blogue não serve de veículo para que algumas pessoas, a coberto do anonimato, possam lançar calúnias a outros cidadãos, “pois quem é verdadeiro não precisa ser anónimo. Quem tem coragem de olhar olho no olho e tem luz própria não precisa do anonimato”. <BR>Só não compreendo é que assumindo essa postura, reforçando ainda quando afirma"Amigos Anónimos" se querem respostas às vossas perguntas e afirmações saiam da escuridão” e, dizendo também que no seu blog “Alguns tiveram o direito de ver a luz do dia outros e com muita pena minha não…”, tenha publicado no seu blogue o sórdido comentário do anónimo “Catarina Caqueiroa ”. <BR>Acredito que face aos acontecimentos subsequentes e a relevância que este assunto mereceu na nossa blogosfera , o Sr., José Luís Rocha nunca teria publicado o comentário do anónimo “Catarina Caqueiroa ” <BR><BR>Desejo-lhe um bom trabalho. <BR><BR>José Luís Potes Pacheco <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>P.S.-</A> Essa do manhoso “Catarina Caqueiroa ” ter necessidade de vir a terreiro dizer-se completamente apartidário (no masculino), para dar maior credibilidade ao seu post dá vontade de rir. <BR>


De Francisco Baião a 21 de Junho de 2008 às 16:22
Cumpre-me esclarecer a putativa D. Carolina Caqueiroa, digo Carlota Fialho, digo…, digo…, que tal como já escrevi num outro local da blogosfera vianense onde me surgiu acusação semelhante, o monólito destruído junto ao Santuário de Nossa Senhora d’Aires não se tratava de nenhuma estrutura funerária pré-histórica ou similar, mas sim e tão só de um massivo afloramento granítico. Mas ainda assim poderei informá-la(o) que ao tempo da sua destruição – inícios da década de noventa –, já não era funcionário da Câmara Municipal, uma vez que a abandonei pouco tempo depois do Partido Socialista ter ganho as eleições. Mas, ainda que o fosse, a responsabilidade seria sempre dos eleitos políticos da altura e nunca minha, simples funcionário, pois são aqueles primeiros que respondem (ou deveriam de responder) por todos os actos praticados pelos órgãos autárquicos que dirigem. Os funcionários são isso mesmo, funcionários, agentes que se limitam a cumprir as ordens emanadas pelos seus superiores hierárquicos. Informo-a(o) ainda de que nunca concordei com a destruição dessa fraga, onde brinquei amiúde em criança e que marcava de forma muito bela a paisagem; contrariamente com o que sucede com a fantasmagórica seara de postes, que teimam em permanecer em frente do Santuário… Quanto à memória do povo, também acredito que ele não a tem curta. Mas a sua sim, é indistinta e confusa, pois ou não se lembra realmente do penedo, ou não faz a mínima ideia do que é uma anta!

Francisco Baião – Viana do Alentejo


Comentar post

Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
Visitantes

hit counter
Diamond Rings

posts recentes

O Fabrico de Chocalhos já...

Aguiar tem restaurante no...

COMEMORAÇÕES DE SÃO MARTI...

ALMOÇO DOS GANHÕES - 2015

RECANTOS - VIANA DO ALENT...

COSTA DA SILVA - CABEÇA D...

7ª MARATONA BTT AGUIAR - ...

RECANTOS DE ÉVORA

AMIGOS DO ALHEIO

Ilumina-me

Experiencias

ANTONIO ZAMBUJO AO VIVO...

Experiencias

Ofício dos chocalhos cand...

Experiencias

arquivos

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

links
participar

participe neste blog

subscrever feeds